Animais de rua, o que podemos fazer por eles?

É inimaginável a dor de se sentir sozinho, abandonado, passando fome e frio. Mas, é exatamente assim que cães e gatos que vivem nas ruas se sentem. Então, o que podemos fazer para amenizar o sofrimento desses bichinhos?

Lar temporário

Nas redes sociais de protetores de animais, é comum ver posts pedindo por lar temporário. E o que é isso, afinal? Bem, muitas vezes a pessoa que resgata o animal - principalmente quando ele precisa de cuidados pós-operatórios - não tem onde deixá-lo, então, é procurado um lar provisório para esse animal, onde ele poderá ficar e ser cuidado por dias ou meses, até se recuperar ou ser adotado.

Adoção responsável

Apadrinhamento

Bem, se você não tem como adotar um pet, pode ser padrinho de um! Como? Os abrigos de animais abandonados estão super lotados e os protetores passam sérios sufocos financeiros para dar alimento, vacinas, dentre outros cuidados veterinários a todos os animais. Apadrinhando um bichinho de abrigo, você pode auxiliar assumindo o compromisso de contribuir com rações, cuidados veterinários e claro, dar muito carinho a ele.

Divulgação nas redes sociais

Essa é uma forma bem simples de ajudar animais tanto de rua, quanto de abrigos e que não envolve custo financeiro. Ao usar suas redes para compartilhar as informações, histórias e fotos desses animais, você abre caminho para que um adotante chegue até eles mais rápido.

Castrar um animal de rua

Um grande problema é a procriação desenfreada desses animais de rua. Quanto mais eles se reproduzem, mais animaizinhos sofrendo existem, por isso a castração é muito importante. Se você puder castrar um animal, você já estará fazendo um bem enorme para a sociedade.

Voluntariado

Se você não pode assumir o compromisso de estar todos os dias no abrigo ajudando a cuidar dos animais, não tem problema, há diversas formas de ajudar. Às vezes, esses protetores só precisam de uma carona para o veterinário, algumas visitas para dar carinho aos bichinhos, ou ainda de alguém que cuide das redes sociais desses abrigos, afinal, com tantas coisas para fazer, acaba não sobrando tempo para cuidar bem das redes, que são ferramentas muito importantes na divulgação do trabalho e arrecadação de fundos.

Alimentar animais de rua

Quantas vezes ao caminhar por aí, você já cruzou com um gatinho ou cãozinho com fome? Que tal carregar pacotinhos de ração na bolsa, para quando se deparar com esses bichinhos, ter o que oferecer para saciar sua fome? Uma boa ideia também, é deixar uma vasilha cheia de água fresca na calçada de casa, assim os animais de rua que passarem por ali poderão matar sua sede com água limpa.

Doações

Deixar rações pagas em algum petshop ou uma consulta paga em uma clínica veterinária, pode ser uma ideia muito útil para quem deseja ajudar os animais sem lar de alguma forma. Ainda que você não possa ter tais gastos no momento, que tal formar grupos de arrecadação - de caminhas, brinquedos e ração? Fazer uma rifa em prol desses abrigos também pode ser uma ideia muito interessante, que tal por essas sugestões em prática? Essas são apenas algumas dicas de coisas que você pode fazer para ajudar animais que ainda não tem uma família. Que tal compartilhar essas ideias com seus amigos? Envie esse texto para todos aqueles que amam pets. Pequenas ações podem não mudar o mundo todo, mas mudam vidas inteiras.